Terça, 12 de Novembro de 2019 - 09:59:23

Guitar Hero: World Tour

Posted by on Segunda-feira, Março 23, 2009, 16:39
Este artigo foi publicado na categoria de Fazer e possui Nenhum comentário até agora .

Reúne a tua banda, faz-te à estrada e enfrenta os verdadeiros fãs do rock!

 

Uma das novas evoluções do Guitar Hero é, claramente, a implementação da jogabilidade com baterista e vocalista (drummer and singer) o que provocou a criação da bateria e do microfone para os jogadores.

Vocês devem estar a pensar: “ Então, é necessário escolher a personagem com que se quer jogar para todo o jogo?”. Não! Apenas é, necessário, escolher a personagem para o concerto, ou seja, num concerto pode jogar-se com o drummer e noutro com o guitarrista.

Outro dos aspectos inovadores mais apreciados é a bateria. Os verdadeiros drummers terão que ter uma exímia coordenação de movimentos para tocar um solo neste instrumento. Assim, o que mais surpreendeu foi a liberdade de improvisar a meio das músicas, sem haver penalização. Em GH anteriores, havia penalização se se tentasse improvisar com a guitarra.

O microfone, outra inovação, permite realçar o realismo de ter uma banda em casa. O mais importante, neste aspecto é, claro, saber a letra das músicas.

Gostavas de criar os teus próprios temas em World Tour? Pois, agora, tens um desejo realizado! Em GH World Tour, é-te permitido criar as músicas, o que faz com que a tua casa seja um autêntico estúdio de rock!

A setlist de músicas aumentou significativamente e…para melhor. Nesta setlist, é possível encontrar Korn, Rise Against, Linkin’ Park, Muse, Tokio Hotel, Sex Pistols, Metallica, Michael Jackson, Bom Jovi, Survivor, entre outros!

Uma novidade óptima que surgiu foi a escolha, por parte do jogador, de concertos, e não de músicas. Ou seja, em anteriores GH’s, havia o concerto e era necessário escolher as músicas que se pretendia tocar. Contudo se surgisse um problema numa música (e não se conseguisse tocá-la), não se podia avançar no jogo. Em World Tour, há vários concertos para escolher, mas não se pode escolher as músicas para tocar. Isto faz com que quando surge um problema ou dificuldade, pode escolher-se outro concerto. Fixe, não é?

Um melhoramento que foi bem conseguido em GH World Tour, diz respeito ao star power, que se activa no band career. Em vez de ser necessário activá-lo, carregando na tecla respectiva, basta apenas activá-lo, fazendo assim com que toda a banda tenha o star power ligado. Se, por exemplo, ao drummer não der jeito activar este star power, pode o singer activá-lo por toda a banda.

GH Worl Tour é, sem dúvida, o melhor jogo “party” alguma vez jogado. Tivemos que nos controlar para não atirar as baguetes ao ar e partir a guitarra!

 

 

                                                                 Fernando e Nuno, 10º B

 

 

Pode deixar um comentário , ou trackback do seu site .

Sem comentários para “Guitar Hero: World Tour”

Deixar um comentário